Honra do Marítimo antieuropeus

O Marítimo terminou a Liga NOS com o empate a três golos, em casa, diante do Famalicão. Ou seja, mais um adversário com ambição europeia pela frente, cujo objectivo perdeu nesta partida, uma vez que não soube ultrapassar a equipa de José Gomes.
Nos últimos seis jogos, os insulares começaram por derrotar o Benfica, por 2-0, venceram Santa Clara e Boavista, por 1-0, e empataram sem golos diante do Rio Ave, que carimbou hoje o passaporte para a Liga Europa. Na outra partida, perderam diante do V.Guimarães por 1-0.
Como manda a tradição, o conjunto de José Gomes entrou muito bem e, aos dois minutos, inaugurou o marcador na sequência do livre de Zainadine.
O adversário reagiu, mas foi Nanu que protagonizou o maior lance de perigo, seguiu-se Rodrigo Pinho a incomodar a defesa do Famalicão, antes de Fábio Martins marcar, de grande penalidade, nos últimos instantes do primeiro tempo.
Na segunda parte, o Marítimo também começou muito bem, precisando apenas de dois minutos para se colocar em vantagem, após remate de René Santos, que festejou o golo de forma muito emocianada.
Final incrível
Madeirenses e famalicenses deixaram os restantes golos para os últimos instantes e, entre os 86 e 90 minutos, os minhotos concretizaram a “remontada”, com remates certeiros de Roderick e Lameiras, mas os anfitriões mostraram a sua fibra e empataram na sequência da notável finalização de Erivaldo, no quinto minuto de descontos.
A equipa liderada tecnicamente por José Gomes concluiu a prova no décimo primeiro lugar, com 39 pontos conquistados.
Clique aqui para ver o resumo desta partida e aqui para ouvir as declarações de José Gomes.
Minuto a Minuto na Marca aqui

Pedro Santos

Pedro Santos

Comentários

Novos Posts

Arquivo de Notícias

Vídeos