Triunfo frente ao Benfica vale festejo especial dos adeptos

O Marítimo derrotou, em casa, o Benfica, por 2-0, num jogo relativo à 29ª jornada da Liga NOS. Este resultado permite à equipa de José Gomes somar 31 pontos, em igualdade pontual com o Paços de Ferreira, que só esta noite recebe o FC Porto.

Amir, que voltou à titularidade, começou por ser o primeiro herói dos anfitriões, com defesas de bastante qualidade, e, à medida que o tempo foi passando na primeira parte, defesa e meio-campo sacudiram a pressão, ficando o Benfica sem argumentos para marcar. Além disso, no ataque, Rodrigo Pinho, outra figura do Marítimo nesta partida, criou perigo e viu um golo anulado aos 23 minutos pelo VAR.

No segundo tempo, o conjunto treinado por José Gomes melhorou de produção, não só pela forma como controlou o ímpeto do Benfica, mas como passou a ser mais incómodo no ataque. No espaço de quatro minutos, aos 74 e aos 78, o Marítimo decidiu a partida, ao marcar por Jorge Correa e Rodrigo Pinho, respectivamente, sempre com a assistências de Kanu, considerado o melhor em campo pela Sport TV.

Em cima do minuto 90, Joel Tagueu colocou a bola dentro da baliza das águias, mas o lance foi anulado pelo VAR. Nos três jogos disputados em casa, após o regresso da Liga NOS, o Marítimo soma duas vitórias e um empate.

A festa dos fãs

O festejo dos jogadores foi acompanhado pelos adeptos, cujo o triunfo lhes foi dedicado por José Gomes, que se mostraram ruidosos, sobretudo através das buzinas dos carros.

Clique aqui para ver o resumo da partida e aqui para ouvir as declarações de José Gomes.

Minuto a minuto na Marca aqui