Almería mais próximo do primeiro lugar

O Almería está a quatro pontos do primeiro lugar depois de ter empatado a um golo diante do Leganés, num encontro disputado no Estádio Jogos do Mediterrâneo, a contar para a 31 ª jornada.

Antes do início desta ronda, a equipa treinada por José Gomes estava a cinco pontos do Mallorca, que liderava a prova, mas a equipa de Luís García só joga na segunda-feira. O Espanyol venceu, subiu ao primeiro lugar, com 61 pontos, em igualdade pontual com o Mallorca.

A vitória do Almería, por números expressivos, era o único resultado que colocaria justiça ao domínio avassalador dos anfitriões, que atingiram 71  por cento de posse de bola. É verdade que o adversário ficou reduzido a dez jogadores por expulsão de Ruben Pérez, aos 15 minutos, mas trata-se de uma das melhores equipas da Liga SmartBank como se prova pelo quarto lugar que ocupa na classificação.

Pouco depois da saída de Pérez, Brian Rodríguez rematou com bastante perigo, mas o guarda-redes Riesgo impediu a entrada da bola. Antes do intervalo, o reforço de Janeiro podia ter inaugurado o marcador, tal como Lazo, em duas ocasiões.

Na segunda parte, o futebol do Almería tornou-se mais asfixiante e, aos 53 minutos, Sadiq atirou a primeira bola à barra da baliza do adversário. Villar, Villalba ou Akieme colocaram o sector defensivo dos visitantes à beira de um ataque de nervos, até que Sadiq enviou, novamente, a bola à barra, aos 83′. Depois de dois tiros do português João Carvalho, Morlanes, com remate fora da área, inaugurou o marcador, no primeiro minuto de descontos. Oito minutos mais tarde, o Leganés empatou, por Juan Muñoz, na sequência na sequência de um penálti mal assinalado.

UD Almería: Makaridze; Balliu (c) (Corpas, 67′), Maras, Ivanildo e Akieme; Morlanes e Samú Costa (Juan Villar, 41′); Brian Rodriguez (Villalba, 67′), Robertone e José Carlos Lazo (João Carvalho, 76′); Sadiq.

CD Leganés: Riesgo; Palencia, Bustinza (c), Omeuro, Javi Hernández (Rosales, 80′), Rubén Pérez, Rubén Pardo (Arnáiz, 80′), Sergio G., Gaku, Sabin (Perea, 60′) e Borja Bastón (Juan Muñoz, 72′).