Jogo com personalidade para travar Braga “fortíssimo”

José Gomes volta a comandar tecnicamente o Marítimo em casa, desta vez diante do Sp. Braga, em partida referente à 23ª jornada da Liga NOS, agendada para as 17.30 h do próximo domingo.

A equipa insular pontuou como anfitriã em seis dos sete jogos disputados sob liderança de José Gomes e, se mantiver ou melhorar este ritmo, o Marítimo pode conquistar os três pontos.

“Pelo posicionamento dos jogadores [adversários] e pelo modelo adotado, temos de ter alguns cuidados, reconhecer a força que eles têm apresentado, tentar protegermo-nos dessa força e explorar. Fazer o nosso jogo com personalidade, coragem e com agressividade ao nível da finalização, que tem sido uma pecha neste Marítimo”, referiu José Gomes na conferência de imprensa de hoje.

O líder da equipa técnica do Marítimo alerta para a qualidade dos minhotos, destacando o trabalho de Rúben Amorim. “Sem beliscar a qualidade do trabalho do Sá Pinto, o Braga na era do Rúben [Amorim] é fortíssimo, conseguiu vencer os três ‘grandes’ e não foi por acaso. É inquestionável e está à vista de todos aquilo que o Braga demonstrou ser capaz de fazer. É mérito do Rúben, que conseguiu alterar o sistema num espaço muito curto de tempo e passar as suas ideias, que os jogadores agarraram”.

O Braga actuou nesta quarta-feira para a Liga Europa, foi eliminado pelo Glasgow Rangers, mas José Gomes não vê que este factor possa ser uma desvantagem para os jogadores minhotos. “Não sei se o Rúben Amorim repete a equipa que jogou contra o Vitória de Setúbal ou se repete a equipa do último jogo. Em termos fisiológicos, há mais do que tempo para recuperar. O que dá confiança são as vitórias, mas, por outro lado, há a vontade de eles quererem mostrar uma coisa diferente”.

Clique em cada link para mais informações:

Record

Notícias ao Minuto

A Bola

RTP

Sapo Desporto

Futebol 365

Foto: Futebol 365