Marca: “Melhoraram o jogo no segundo tempo”

Guilhermo Sanchéz, jornalista da Marca, considera que o triunfo em casa do Almería, por 1-0, frente ao Zaragoza, deve-se à melhoria de rendimento na segunda parte.

“O Almería impôs-se pela vantagem mínima ante o Zaragoza. O magistral golo de “chapéu” apontado por Umar Sadiq, no segundo tempo, deu os três pontos à equipa anadaluz. Os visitantes foram melhores no primeiro tempo, mas faltou-lhes pontaria. Já na segunda parte, os rojiblancos melhoraram o seu jogo e demonstraram a sua eficácia. De facto, o golo dos andaluzes foi um ‘golpe’ para os jogadores de Iván Martinez”, refere Sanchéz.

“Os andaluzes aproveitaram a oportunidade, encurtaram a distância para os rivais directos e se situam a um ponto do último lugar da subida directa. Pela terceira terceira vez na temporada, José Gomes mudou por completo o onze de Almería relação à jornada anterior”, acrescenta o jornalista da Marca.

Carlos Gonzáles, jornalista do AS, sublinha, também, a importância dos três pontos conquistados na noite de ontem: “Os jogadores de José Gomes somaram três pontos importantes neste duelo atrasado da segunda jornada perante um Zaragoza que não é capaz de sair dos lugares da descida. De novo, foi Umar Sadiq, tal como aconteceu em Santo Domingo na jornada anterior, quem finalizou o golo da partida. O nigeriano, que soma cinco golos na Liga, definiu um passe de João Carvalho, com um ‘chapéu’ de excelência, superando Cristian no ‘mano a mano’ aos 60′.

No Sport, pode ler-se o seguinte: “O Zaragoza não conseguiu impor-se ao Almería, que ganhou por 1-0, numa partida disputada nesta quarta-feira no Jogos do Mediterrêneo. O Almería chegou ao encontro com o ânimo reforçado depois da vitória por 1-0 frente ao Alcorcón. O Zaragoza venceu fora de casa o Fuenlabrada, por 1-0, na última partida. Depois do encontro, o conjunto almeriense é terceiro, enquanto o Zaragoza é 21º.

Ver mais informação nos seguintes links:

Resumo do encontro

A Bola

O Jogo

Sapo Desporto

Record

A notícia pode ser lida, também, nas edições impressas de A Bola, Record, e O Jogo.